SEXTA | 12 DE JANEIRO 2018 - 21H30

pontop zero

“A Cidade da Indústria” encontra-se com o “Ponto Zero”. Numa noite com espírito de festa, Rita Inzaghi e António Bizarro assumem o comando da aparelhagem numa sessão em que a literatura e a música se cruzam.

De Interpol a Nirvana, passando por Jeff Buckley ou David Bowie, a música será o ponto de partida para uma conversa sobre as influências (sonoras, literárias e estéticas) que permeiam as suas obras.

A não perder, na Fábrica Braço de Prata. Entrada gratuita.

______________________________________________________

Trilogia "Cidade da Indústria", António Bizarro.

Escritos entre 2010 e 2015, os três títulos têm em comum o facto de terem como cenário de fundo a cidade de Saint Paul e de uma ou outra personagem aparecer em mais do que uma história, em especial o escritor Tony Dornbusch, uma espécie de guia não-oficial da urbe banhada pelo rio Arion. Embora não fosse essa a minha intenção inicial, notei que muitas destas histórias eram permeadas pelo mesmo tipo de personagens, com o mesmo tipo de preocupações, as mesmas paisagens industriais e pós-industriais, sob o espectro de um acontecimento cataclísmico designado por Apocalipse Andróide, podendo considerar-se que, inconscientemente, eu estava a escrever um romance em mosaicos no qual as peças se iam encaixando sem que eu tivesse de forçá-las.

Quanto ao "O desejo e outros demónios": o título do último livro da Trilogia "Cidade da Indústria" é uma referência a "Del Amor y Otros Demónios", de Garcia Márquez, sendo que, no meu conto, o que move os personagens é o desejo mais do que o amor, pelo menos no sentido em que eu o concebo.

______________________________________________________

"Ponto Zero", de Rita Inzaghi.

O retrato de uma geração em busca de si própria, hedonista, desligada da realidade e indiferente ao futuro, que encontra a salvação na amizade e no amor à arte.
A vida de Luísa e Miguel sofre uma reviravolta quando os dois irmãos vencem o terceiro prémio do Euromilhões e decidem gozar um ano de férias em Santiago de Compostela, cidade que os atrai pelo seu misticismo. Ela acaba de concluir a licenciatura em Cinema e ambiciona aproveitar o hiato para escrever um romance; ele é baixista de uma banda grunge agora na senda do sucesso na Galiza multicultural.
Enquanto o projeto musical de Miguel vai florescendo e competindo com os tempos livres, Luísa procura emoções fortes. Vive uma relação cúmplice com Megan, empregada de uma pizzaria, explora os prazeres do sexo e viaja através do LSD com Lorena, uma universitária de beleza estonteante, e Alfonso, um advogado mulherengo, até que finalmente encontra a sua musa em Lana, uma bela jovem paraplégica. O círculo fecha-se no encantador Gael, um rapaz deprimido viciado em batatas fritas e na série norte-americana "Crime, Disse Ela".
Uma aventura recheada de surpresas que vão fazer de cada dia uma verdadeira descoberta.

Joomla! Hosting from