SEXTAS DE MAIO | 22H00 e 00H00

somersault

Partindo de textos de autores portugueses e estrangeiros, em palco estão dois músicos e um actor, numa performance/concerto de spoken word. Não é rock mas nasce entre guitarras, baixo e bateria. Não vem do kraut mas inspira-se nos sintetizadores da música industrial, com ecos de electrónica e pop ferrugento. Entre o ruído e silêncio, há personagens que dançam sem sair do papel, intérpretes da narrativa, livros com voz, fumo na sala. Depois da estreia no Festival Literário Internacional de Óbidos, para o qual musicaram e interpretaram textos de Al Berto, a Fábrica Braço de Prata acolhe o primeiro concerto deste projecto em Lisboa. Para descobrir todas as sextas de Abril, na Sala Chaplin.

Músicos: André Rito e Filipe Barros
Com o actor Tobias Monteiro

Joomla! Hosting from