SÁBADO | 21 DE JUlHO 2018 - 00H30

 

Gustavo Roriz é um nome que nos leva do Minho ao Brasil, América Latina, África, Europa Mediterrânea e nos traz de volta. 

Multi-instrumentista onde baixo, contrabaixo, violão e, claro, seu estimado violão brasileiro, fala o que vem do seu coração através de seus dedos e poemas. Se falamos de experiência, podemos encurtar e dizer que integrou o grupo Madredeus, além de ter acompanhado grandes artistas portugueses como Luiz Caracol, Paulo de Carvalho, Fernando Giro, Jorge Fernando, Nancy Vieira, Raquel Tavares, Filipa Cardoso, Luisa Rocha, Fernando Tordo, Ciganos D'Ouro, O'QueStrada e outros artistas estrangeiros como Taís Raganelli, Pablo Lapidusas, Grupo Bons Tempos, Phillip Hamilton, Daniel Mile. Agora, se o foco são estilos, haverá música africana, jazz, fado, rap e muita conversa na noite leter. Pode-se dizer de uma forma oficial que Gustavo Roriz exerce ao mesmo tempo uma atividade no campo cultural de interesse fundamental para Portugal e Brasil, trazendo sua identidade sonora e sua personalidade musical aos quatro cantos do mundo, que se apresentou em renomeou salas como Coliseu em Lisboa, Porto e Buenos Aires, sala Zitarrosa em Montevidéu, Olga Cadaval, Teatro Calderón em Madri, Carnegie Hall em Nova York, Bauhaus Music em Amsterdam, e muitas outras no mundo e particularmente em Portugal onde ele mora desde 2004.

Recentemente acaba de lançar seu novo trabalho solo, o álbum "SEM FRONTEIRAS" (NO BORDERS), onde a viola soa exclusivamente em estilos fora de seu espaço sonoro, onde estamos acostumados a ouvir.

https://www.youtube.com/watch?time_continue=5&v=6r2L0bMtkno

Joomla! Hosting from