banner exposicoes

INAUGURAÇÃO | 14 DE JUNHO 2017 - 19H00
Salas Prado Coelho, Kandinsky, Arendt, Rilke e Woolf

cubo10

De 14 de Junho a 30 de Julho

Em sua segunda exposição internacional, o grupo Dez ao Cubo, concebido por artistas ao questionarem a originalidade criativa pela apropriação do hexaedro regular comumente conhecido como cubo, se une a artistas portugueses para mais um ensaio do que é estar junto e misturado, um lema que já faz parte também do corolário de ações propostas pelos fundadores do projeto.
Em Lisboa, Portugal, encontram espaço para o seu projeto desmistificador da forma na Fábrica Braço de Prata, espaço multicultural, multimídia, o qual se alinha com os objetivos do grupo que há muitoultrapassou a mera aparência de uma ocupação de resistência, propondo de fato uma reação contra a inércia de uma parcela da mentalidade contemporânea tacanha que se julga proprietária de uma visualidade única e erudita.
Deslocar o eixo da discussão para o enfadonho e o banal que se tem na arte de nossos dias é a grande virtude que essas ações têm ao abolir os complexos esquemas culturais projetados antes para o entretenimento que para a reflexão. Contudo, o quese pretende é isentar o espectador de qualquer razão para se sentir excluído do processo criativo, deixando claro seus pressupostos e suas fontes.
Nessa edição, Cubo Além Mar, mais que falar da forma o grupo deixa claro o conceito de juntar ao seu contexto mil artistas (dez elevado à terceira potência) os quais agrega sem distinção, entendendo o caráter difusor de suas ideias, a urgência de exaurir a caretice visual, de reconciliar o efêmero às nossas necessidades, de embriagar a arte de humanidade.

Osvaldo Carvalho
2017

Joomla! Hosting from